Tratamento natural para as lombrigas

Os vermes como as lombrigas, oxiúros e ténias, são parasitas que vivem no intestino humano e que podem medir desde uns milímetros até uns 9 metros de comprimento.  Estes parasitas  são muito comuns em crianças, mas os adultos também podem ser infetados.  Os mais comuns são os oxiúros, que são uns vermes de cor branca com mais ou menos 1 cm de comprimento.

Normalmente, a infeção de lombrigas ocorre por via anal-oral. Em outras palavras, os ovos são transportados a partir do ânus através dos dedos , toalhas ou roupa interior, até a boca onde são engolidos, mas os ovos também podem ser inalados ou ingeridos a partir do ar.

Se você suspeitar que tem lombrigas nos intestinos, deverá realizar um exame às fezes para confirmar ou não a presença de ovos.

Foto de uma ténia

As ténias podem atingir os 9 metros de comprimento

Sintomas de uma pessoa com parasitas intestinais

O principal sintomas de uma infecção por lombrigas é o prurido ou comichão, e vermelhidão ao redor do ânus, especialmente à noite. O prurido, por vezes, não é muito intensa, mas provoca um sono muito agitado. Podemos listar alguns dos principais sinais de uma pessoa com lombrigas ou ténias:

  • Comichão no ânus;
  • Nervosismo e irritabilidade;
  • Dificuldade em ter uma boa noite de sono;
  • Dormir com os olhos entreabertos, principalmente nas crianças;
  • Infeções na região do ânus;
  • Criança magra apesar de comer muito bem;
  • Falta de apetite;
  • Dores no ventre, diarreia sem causa aparente e mais 2 ou 3 dos sintomas anteriores quase sempre correspondem com  uma ténia alojada nos intestinos.

 

Remédios caseiros para as lombrigas

  • Um tratamento natural para as lombrigas é colocar  óleo essencial de hamamélis ao redor do ânus, depois de tomar um banho;
  • Durante um dia inteiro comer salada de cebola com alho e nozes para conseguir a expulsão da ténia ou lombriga solitária. No dia seguinte, em jejum comer 10 sementes de abóbora torradas;
  • Em um copo de leite coloque 3 dentes de alho (picados), 1 colher de sopa de suco de hortelã e 1 colher de chá de mel. Beba um 1/4 de copo desta preparação;
  • Coloque 3 colheres de sopa de linhaça em um copo de água. Deixe repousar por 1 hora e de seguida adicione o suco de um limão. Quando a criança sentir calor no estômago, deverá beber metade deste preparado;
  • Tome banhos imersão bem quentes e adicione na água folhas de eucalipto e rabo de cavalo.
  • O melhor remédio caseiro para as lombrigas é sem duvida a prevenção, para isso deve comer um dente de alho cru, uma vez por semana.

 

Dicas naturais para evitar as lombrigas

  • Lavar muito bem as mãos depois de ir à casa de banho e antes de comer;
  • Comer frutas, legumes, feijão e cereais ajudam a evitar a criação de parasitas intestinais tais como as lombrigas e as ténias;
  • Ferva a água antes de a beber;
  • Evite o consumo excessivo de carne mal passada, como carne de porco, carne de bovino, pois eles são uma grande fonte de parasitas;
  • Evite dar às crianças alimentos que misturem doce com sal, porque eles criam fermentações intestinais;
  • Evite uma alimentação maioritária ou exclusivamente a partir de farinha refinada (pão, macarrão, massas, biscoitos, bolos, etc.). Estas farinhas favorecem o crescimento dos oxiúros;
  • Evite excesso de açúcar (doces, chocolates, sorvetes, gelatinas, etc), pois é uma fonte para o desenvolvimento de lombrigas e ténias;
  • Lavar a roupa em água quente, lençóis e toalhas de indivíduos infectados para destruir os ovos e evitar a reinfeção ou o contágio de outros membros da família. Ainda, recomenda-se que a roupa seja passada a ferro;
  • Pessoas com lombrigas devem usar roupas de algodão  e evitar a lã ou roupa sintética, já que estas aumentam comichão na pele.
25 Comentários
  1. 4 de maio de 2016
  2. 31 de dezembro de 2015
  3. 22 de dezembro de 2014
  4. 5 de novembro de 2014
  5. 27 de agosto de 2014
  6. 5 de agosto de 2014
  7. 1 de agosto de 2014
    • 30 de agosto de 2015
  8. 27 de julho de 2014
  9. 26 de julho de 2014
  10. 4 de julho de 2014
  11. 10 de junho de 2014
  12. 16 de abril de 2014
  13. 3 de março de 2014
    • 12 de março de 2014
  14. 21 de janeiro de 2014
    • 12 de março de 2014
  15. 5 de setembro de 2013
  16. 5 de agosto de 2013
  17. 29 de julho de 2013
  18. 29 de julho de 2013
    • 30 de agosto de 2015
  19. 19 de novembro de 2012
  20. 18 de junho de 2012
    • 30 de junho de 2012

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *